07
JUN
2016

Com Papa Francisco um minuto pela paz, iniciativa do FIAC

by :
comment : 0

unidosNo segundo aniversário do encontro de oração promovido pelo Papa Francisco no Vaticano, juntamente com o presidente israelita Peres e o da Palestina Abu Mazen para invocar o dom da paz, o Fórum Internacional de Acção Católica, a UMOFC, a Acção Católica Italiana, a Acção católica argentina e a Comissão nacional de Justiça e paz da Conferência Episcopal Argentina, propõem novamente a iniciativa “Um minuto para a paz”

Acolhendo o convite constante do Papa para não nos cansarmos de rezar e trabalhar pela paz, as organizações promotoras convidam os respectivos membros e todos os homens e mulheres de boa vontade a parar por um minuto às 13 horas do dia 8 de junho – no trabalho, na rua, em casa – para rezar pela paz.

As primeiras a rezar pela paz serão as Ilhas Tonga: quando as mulheres da UMOFC (União Mundial das Organizações Femininas de Acção Católica) pararem em recolhimento às 13 horas do dia 8 de junho na capital Nuku’alofa (na Itália terá apenas iniciado o novo dia).

“É uma proposta simples – sublinha Emilio Inzaurraga, coordenador internacional do FIAC e presidente da Comissão Nacional de Justiça e Paz da Conferência Episcopal Argentina – que dirigimos a todos. Cada qual pode rezar lá onde se encontra, de acordo com a sua tradição religiosa”. “É uma maneira – acrescenta – de nos recordarmos que cada um de nós pode ser um instrumento de paz. É verdade que um minuto é um tempo muito breve, mas suficiente para decidir de escolher o diálogo e a fraternidade, para nos recordarmos de ter um coração que o Senhor nos deu para a misericórdia”.

Na Argentina às 13 horas do dia 8 de junho os sinos de muitas igrejas tocarão para convidar os fiéis a participar na oração e numerosas instituições e organizações aderiram à iniciativa.

Em Roma, o encontro será na audiência geral da quarta-feira, na Praça de São Pedro, com um grupo de jovens que simbolicamente representam todos os promotores e, em seguida, às 13 horas, na igreja de Santo Spirito in Sassia, com um momento de oração presidida por D. Rino Fisichella, Presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização e o coordenador do Jubileu da Misericórdia.

Iniciativas semelhantes terão também lugar em Belém, em Medellín (na Colômbia) e em Bujumbura, capital do Burundi e teatro, nos últimos meses, de repetidas violências e onde a população será convidada a participar através da rádio

.O apelo para a paz está disponível este ano em mais de 30 línguas, incluindo o árabe, hebraico, grego, birmanês; a língua dos índios Guarani da América Latina, a língua Hausa falada no Mali, o ewe do Togo e o Kikuyu do norte do Quénia, graças à colaboração de tantos responsáveis de vários países.

“Rezemos pela paz – conclui Inzaurraga – e rezemos pelas vítimas dos conflitos. Este ano, em particular, o nosso pensamento vai para os refugiados e requerentes de asilo, os refugiados desesperados em fuga das guerras para bater às portas dos nossos Países não morrem ao atravessar o mar. Acompanhamo-los com nossa oração para lhes dizer que não estão sozinhos e reafirmar o nosso compromisso com o acolhimento e a solidariedade”.

(from Vatican Radio)

About the Author
This is author biographical info, that can be used to tell more about you, your iterests, background and experience. You can change it on Admin > Users > Your Profile > Biographical Info page."

Leave a Reply

*

captcha *