24
JUN
2016

Francisco encontra um país ferido que busca a paz

by :
comment : 0

2016-06-24 Rádio Vaticana

armenia

Cidade do Vaticano (RV) – O Papa Francisco já está na Armênia para a 14ª Viagem Apostólica Internacional de seu Pontificado. Após 4 horas de voo, às 14h49 (hora local) chegou a Yerevan onde teve lugar a cerimônia de boas-vindas no aeroporto e, imediatamente, os primeiros encontros.

Uma viagem apostólica cheia de significados, primeira etapa da visita ao Cáucaso, que será concluída em setembro próximo com a Geórgia e o Azerbaijão. O Papa Francisco visita a Armênia 15 anos depois da viagem de João Paulo II. Será um novo abraço com o país que por primeiro, em 301 dC, no ápice da missão evangelizadora de São Gregório, o Iluminador, proclamou o Cristianismo como religião de Estado: bem 79 anos antes do Edito de Teodósio, com o qual o Império Romano tornou oficial a fé em Cristo, depois de tê-la admitida em 313 com o Edito de Milão.

Diálogo

Será um diálogo profundo, o do Papa Francisco, com um país ferido que busca a paz. Após o longo período em que foi incorporada à União Soviética – o russo é a segunda língua mais falada no país – a Armênia ainda enfrenta hoje o conflito territorial com o Azerbaijão. No cerne da questão, a região de Nagorno-Karabakh, um enclave de maioria armênia em território Azerbaijão.

Mas, acima de tudo, a ferida mais profunda remonta a 1915, quando um milhão e meio de armênios, sobretudo cristãos, foram horrivelmente massacrados pela mão do exército otomano – um episódio que divide Armênia e Turquia. Ancara não aceita o termo “genocídio” para definir aquele massacre.

O Papa se reunirá com autoridades civis e religiosas, com os Patriarcas armênio-Apostólico e armênio-Católico. Significativa a visita ao Memorial de Tzitzernakaberde, que recorda precisamente o massacre armênio; a visita a um orfanato em Gyumri, no âmbito das obras de misericórdia que o Papa faz neste Jubileu extraordinário; em seguida, o encontro ecumênico e a oração pela paz.

Finalmente, a visita ao Mosteiro de Khor Virap, na fronteira com a Turquia, onde o Pontífice irá liberar duas pombas, símbolo da paz, em direção do Monte Ararat, onde, segundo a tradição bíblica, encalhou a Arca de Noé no final do Dilúvio Universal. Francisco retorna ao Vaticano no próximo domingo à noite.

(SP)

(from Vatican Radio)

About the Author
This is author biographical info, that can be used to tell more about you, your iterests, background and experience. You can change it on Admin > Users > Your Profile > Biographical Info page."

Leave a Reply

*

captcha *