29
AGO
2016

Papa quer levar o “abraço de pai e irmão” às vítimas do terremoto

by :
comment : 0

terre“Queridos irmãos e irmãs, apenas seja possível, também eu espero ir vos encontrar, para levar a vocês pessoalmente o conforto da fé e apoio da esperança cristã” – AP

Cidade do Vaticano (RV) – Desde quarta-feira o Papa Francisco segue com atenção o desdobramento da tragédia provocada pelo terremoto que abalou a região central da Itália e que, até o momento, deixou 290 mortos.
No Angelus deste domingo o Santo Padre voltou a manifestar sua proximidade e solidariedade às vítimas:

“Desejo renovar a minha proximidade espiritual aos habitantes do Lácio, das Marcas e da Úmbria, duramente atingidos pelo terremoto desses dias. Penso de modo particular às pessoas de Amatrice, Accumoli, Arquata e Pescara del Tronto, Norcia. Mais uma vez volto a dizer à essas pessoas queridas que a Igreja compartilha o seu sofrimento e as suas preocupações. Rezemos pelos mortos e sobreviventes”.

O Santo Padre também salientou os trabalhos de resgate e a importância da solidariedade, expressando o desejo de visitar a região “assim que possível”:
“A solicitude com que as autoridades, forças de ordem, proteção civil e voluntários estão trabalhando, demonstra o quão seja importante a solidariedade para superar essas provas dolorosas. Queridos irmãos e irmãs, apenas seja possível, também eu espero ir vos encontrar, para levar a vocês pessoalmente o conforto da fé, o abraço do pai e irmão e o apoio da esperança cristã. Rezemos por estes irmãos e irmãs”.
O anúncio do Papa é de grande encorajamento para as populações atingidas pelo terremoto. “Me parece ser realmente uma bela notícia – afirmou à Rádio Vaticano o Arcebispo de Rieti, Dom Domenico Pompili. Todos desejávamos isto. O fato de que ele o tenha manifestado explicitamente é, seguramente, um encorajamento”.
O resgate das vítimas continua nas principais localidades atingidas pelo terremoto, depois de novas réplicas durante a noite.
Segundo o Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (INGV), desde o terremoto de quarta-feira, foram registrados mais de 1.820 tremores, dos quais 115 de magnitude entre 3 e 4 na Escala Richter, 11 entre 4.0 e 5.0 e um de magnitude superior a 5.
Às 6h37min deste domingo foi registrado um tremor de 3.4.
As pessoas desabrigadas continuam a dormir em tendas instaladas nas proximidades das localidades mais afetadas.
O Bispo de Ascoli Piceno, ao presidir as Exéquias dos mortos na região das Marcas, afirmou no sábado que os sinos das localidades destruídas “voltarão a tocar”. Neste domingo o prelado celebrou uma missa em um dos acampamentos para as vítimas, em Pescara del Tronto.
(JE)

About the Author
This is author biographical info, that can be used to tell more about you, your iterests, background and experience. You can change it on Admin > Users > Your Profile > Biographical Info page."

Leave a Reply

*

captcha *