28
ABR
2017

No Egito, Papa reitera condenação à violência em nome de Deus

by :
comment : 0

Francisco se reuniu com as autoridades civis do país e discursou em prol da paz e respeito mútuo

Jéssica Marçal
Da Redação

egito2Após a participação na Conferência Internacional em prol da Paz, realizada no Cairo, Egito, o Papa Francisco reuniu-se com as autoridades do país nesta sexta-feira, 28, primeiro dia de sua visita. Foram cerca de 800 representantes das diversas instituições do corpo diplomático e sociedade civil do Egito.

O presidente Abdul Fatah Khalil Al-Sisi destacou seu orgulho e apreço profundo pela pessoa do Papa, por suas tomadas de decisão que dão segurança, paz e esperança, palavras que semeiam o bem e esperança no coração das pessoas. Ele recordou que a visita do Papa se dá no ano em que as relações diplomáticas entre Egito e Santa Sé completam 70 anos.

“O terrorismo sombrio atinge todo lugar, sem distinção, priva-nos de pessoas queridas, de amigos e aquilo que mais nos aflige é que essas forças do mal pretendem falar em nome do Islã, enquanto o Islã verdadeiro não tem nada a ver com eles. O Islã jamais ensinou o assassinato de inocentes. O Islã sempre ensinou o respeito ao outro, a liberdade de credo”, frisou o presidente egípcio.

Segundo Al-Sisi, o Egito paga um tributo alto no enfrentamento deste confronto; ele reiterou a necessidade de acabar com o terrorismo e expressou seu reconhecimento pela participação do Papa na Conferência pela Paz. “Vossa Santidade é hóspede querido no Egito”, acrescentou.

Discurso do Papa

Em seu discurso, o Santo Padre denunciou a violência cega e desumana constituída pelo comércio de armas, pelo desejo de poder e pelo extremismo religioso, que utiliza o santo nome de Deus para massacres e injustiças.

Autoridades acompanham discurso do Papa / Foto: Reprodução CTV
Nesse cenário, Francisco destacou que a tarefa singular do Egito é reforçar e consolidar a paz regional, apesar de ver o próprio território ferido por violência cega. Uma violência que faz muitas famílias sofrerem e chorarem por seus filhos e filhas.

Nesse momento o Papa mencionou as pessoas que nos últimos anos deram a vida para proteger sua pátria, os assassinatos e ameaças que levaram ao êxodo e também os recentes atentados contra as igrejas coptas, em dezembro passado e no último Domingo de Ramos. “Expresso viva gratidão às autoridades civis e religiosas e a quantos deram assistência a essas pessoas tão provadas (…) Aos familiares e a todo o Egito, minhas condolências com a certeza das minhas orações ao Senhor”.

Necessidade de paz

Não faltou no discurso do Papa o reconhecimento aos projetos nacionais em favor da paz no país e fora dele. “O desenvolvimento a prosperidade e a paz são bens indispensáveis e requerem trabalho sério, compromisso convicto, metodologia adequada e respeito pelos direitos inalienáveis do homem (…) Não se pode construir a civilização sem repudiar toda a ideologia do mal, da violência e interpretação extremista que pretende aniquilar o outro e destruir a diversidade, manipulando e ultrajando o santo nome de Deus”.

O Santo Padre frisou às autoridades o dever que todos têm de ensinar às novas gerações que Deus nunca quer a morte de seus filhos, mas sua felicidade, e que não pode justificar a violência, pois a rejeita. Deus é o Deus da liberdade e o verdadeiro amor chama ao respeito pela vida, destacou o Papa.

“Temos o dever de desmantelar os planos homicidas e as ideologias extremistas, afirmando a incompatibilidade entre a verdadeira fé e a violência, entre Deus e os atos de morte. Ao contrário, a história honra os construtores de paz, que com coragem e sem violência lutam por um mundo melhor”.

O próximo compromisso do Papa é o encontro com o Patriarca Tawadros II. Ele retoma a agenda de compromissos amanhã, 29, com a Missa para a pequena comunidade católica local e o encontro com o clero, religiosos e seminaristas, ao final do qual retorna ao Vaticano.

About the Author
This is author biographical info, that can be used to tell more about you, your iterests, background and experience. You can change it on Admin > Users > Your Profile > Biographical Info page."

Leave a Reply

*

captcha *